Buscar

4 Dicas de ouro para corrigir e atualizar o CNIS

Via Ingrácio Advocacia



O CNIS, também conhecido como Cadastro Nacional de Informações Sociais, é um documento em que constam todos os vínculos trabalhistas e previdenciários da sua vida. Ele é uma espécie de banco de dados trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores brasileiros e foi criado pelo Governo Federal em 1989.


Neste documento você pode consultar todas os seus vínculos empregatícios a partir de 1976, os recolhimentos como contribuinte individual a partir de 1979 e o valor das remunerações mensais a partir de 1990.


O CNIS é seu maior aliado no INSS, porque com ele você comprova a data em que se filiou ao Instituto, os valores e o tempo das contribuições e o período de recebimento de benefícios previdenciários. Ou seja, um documento essencial para você.

E a primeira dica para você fazer uma análise correta no seu CNIS é conferir todos os vínculos de trabalho ou afastamentos por incapacidade. É muito importante que você fique de olho nestes quesitos se quiser pedir uma aposentadoria.

Assim, sabendo que existe algum erro você pode pedir atualização do Tempo de Contribuição.

Ela pode ser feita no próprio site Meu INSS. Para isso você deve estar acompanhado de alguns documentos como CTPS, extrato do FGTS, contrato de trabalho, ou seja, qualquer documento para comprovar seu vínculo de trabalho.


A segundo dica é conferir todos os salários de contribuição. Fique muito atento a esses dados, porque eles influenciam muito no valor do seu benefício, principalmente aposentadoria que tem como o cálculo a média desses salários.

A terceira dica é pedir para que o INSS reconheça seus vínculos de reclamações trabalhistas, caso você tenha uma sentença judicial dessa natureza, porque ter uma reclamatória restringe a garantia de direitos trabalhistas e não produz efeitos previdenciários.

Você deve pedir à Previdência que adicione esses períodos no seu CNIS, incluindo o valor dos salários de contribuição.

Caso você já esteja aposentado, ainda pode pedir a revisão do seu benefício.


E a quarta e última dica é conferir se você tem mais de um CNIS. Isso é possível caso você tenha mais de um NIT, situação bem comum de quem era empregado CLT e virou autônomo.

Nesses casos é comum que em um CNIS estejam só os períodos de um tipo de trabalho (ou empregado ou autônomo).

Para resolver esse problema é preciso que você solicite o serviço do INSS chamado, Atualização de Cadastro e Senha.


Com esse serviço você consegue unificar todos os CNIS que tiver, isso facilita no momento da análise ou solicitação do seu benefício.

31 visualizações
Escritório moderno

Para qualquer solicitação, preencha os campos no formulário abaixo:

Obrigado! Mensagem enviada.

selo4-d4s.png
whatsapp.png
QR GYN.png